quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Bunda mole é?


Belinha acordou às seis, arrumou as crianças, levou-as para o colégio e voltou para casa a tempo de dar um beijo burocrático em Artur, o marido, e de trocarem cheques, afazeres e reclamações.

Fez um supermercado rápido, brigou com a empregada que manchou seu vestido de seda, saiu como sempre apressada, levou uma multa por estar dirigindo com o celular no ouvido e uma advertência por estacionar em lugar proibido, enquanto ia, por um minuto, ao caixa automático tirar dinheiro.

No caminho do trabalho batucava ansiedade no volante, num congestionamento monstro, e pensava quando teria tempo de fazer a unha e pintar o cabelo antes que se transformasse numa mulher grisalha.

Chegando ao escritório, foi quase atropelada por uma gata escultural que, segundo soube, era a nova contratada da empresa para o cargo que ela, Belinha, fez de tudo para pegar, mas que, apesar do currículo excelente e de seus anos de experiência e dedicação, não conseguiu.

Pensou se abdômen definido contaria ponto, mas logo esqueceu a gata, porque no meio de uma reunião ligaram do colégio de Clarinha, sua filha mais nova, dizendo que ela estava com dor de ouvido e febre.

Tentou em vão achar o marido e, como não conseguiu, resolveu ela mesma ir até o colégio, depois do encontro com o novo cliente, que se revelou um chato, neurótico, desconfiado e com quem teria que lidar nos próximos meses.

Saiu esbaforida e encontrou seu carro com pneu furado.
Pensou em tudo que ainda ia ter que fazer antes de fechar os olhos e sonhar com um mundo melhor.

Abandonou a droga do carro avariado, pegou um táxi e as crianças.

Quando chegou em casa, descobriu que tinha deixado a porra da pasta com o relatório que precisava ler para o dia seguinte no escritório!

Telefonou para o celular do marido com a esperança que ele pudesse pegar os malditos papéis na empresa, mas a bosta continuava fora de área.

Conseguiu, depois de vários telefonemas, que um motoboy lhe trouxesse a porra dos documentos.

Tomou uma merda de banho, deu a droga do jantar para as crianças, fez a porcaria dos deveres com os dispersos e botou os monstros para dormir..

Artur chegou puto de uma reunião em São Paulo, reclamando de tudo.
Jantaram em silêncio.

Na cama ela leu metade do relatório e começou a cabecear de sono. Artur a acordou com tesão, a fim de jogo. Como aqueles momentos estavam cada vez mais raros no casamento deles, ela resolveu fazer um último esforço de reportagem e transar.

Deram uma meio rápida, meio mais ou menos, e, quando estava quase pegando no sono de novo, sentiu uma apalpadinha no seu traseiro com o seguinte comentário:

- Tá ficando com a bundinha mole, Belinha... deixa de preguiça e começa a se cuidar...

Belinha olhou para o abajur de metal e se imaginou martelando a cabeça de Artur até ver seus miolos espalhados pelo travesseiro!

Depois se viu pulando sobre o tórax dele até quebrar todas as costelas! Com um alicate de unha arrancou um a um todos os seus dentes depois deu-lhe um chute tão brutal no saco, que voou espermatozóide para todos os lados!

Em seguida usou a técnica que aprendeu num livro de auto-ajuda: como controlar as emoções negativas.

Respirou três vezes profundamente, mentalizando a cor azul, e ponderou.
Não ia valer a pena, não estamos nos EUA, não conseguiria uma advogada feminista caríssima que fizesse sua defesa alegando que assassinou o marido cega de tensão pré-menstrual...

Resolveu agir com sabedoria.

No dia seguinte, não levou as crianças ao colégio, não fez um supermercado rápido, nem brigou com a empregada.
Foi para uma academia e malhou duas horas.
De lá foi para o cabeleireiro pintar os cabelos de acaju e as unhas de vermelho.
Ligou para o cliente novo insuportável e disse tudo que achava dele, da mulher dele e do projeto dele.

E aguardou os resultados da sua péssima conduta, fazendo uma massagem estética que jura eliminar, em dez sessões, a gordura localizada.

Enquanto se hospedava num spa, ouviu o marido desesperado tentar localiza-lá pelo celular e descobrir por que ela
havia sumido.
Pacientemente não atendeu.
E, como vingança é um prato que se come frio, mandou um recado lacônico para a caixa postal dele.

- A bunda ainda está mole. Só volto quando estiver dura.

Um beijo da preguiçosa...

(Extraído do livro: Este sexo é feminino /Patrícia Travassos).
PS:  envie e mostre para o maior número de mulheres. risos





terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Mais uma vez... Adeus

Em dia de nascimento falemos de uma forma de nascimento...  Acabo de enterrar a pessoa que me gerou, nos gerou, que me deu de presente: a vida... a quem costumamos chamar de MÃE...
Estranhamento é o que me descreve, além da sensação nítida de como somos pequenos... em todos os lados que olho, vejo julgamentos, e o amor: nunca está puro..
não há perdão, misericórdia, caridade, reciprocidade e a dor fica mais dolorida, pois ela vem acompanhada com a solidão...
Você abre mão de enterrar quem chamas de mãe porque ninguém intende a sua dor e por que passou cinco dias perdido em seus vícios e nesse momento nada mais importa...
Você abre mão de acalentar seus filhos porque precisa faturar com o verão, não faz mais parte da vida da mulher com quem gerou suas crias e porque está decepcionado... e quem não está?
Você abre mão de ir dar conforto a quem criou porque não tem afinidade com outra parte da família, está doente, não pode se estressar...
Abre mão de dizer que sente muito e carinhosamente, abraçar a quem está ali, sem saber o que sentir, porque não concorda com suas lágrimas, porque não aceita o seu abandono ...
E você olha para um lado e vê julgamento, olha para o outro, outros... e a lágrima escorre...
Tentei ser a melhor filha que pude.. em minha pequinês levei tempo para perdoar.. a me perdoar...
Deus em sua infinita sabedoria certamente sabe o proposito de tantos desencontros e encontros...
Morre o corpo, vive a alma em busca de evolução...
Que Deus me ajude a não enterrar mais ninguém por alguns bons anos.. duas mortes em um ano foi avassalador.. mas me fez pensar em minha morte, eu que nunca havia parada para pensar sobre...
Eu, que sempre me disse apaixonada por pessoas, me encontro assim.. amarga..vazia...  espero que passe e eu volte a acreditar no que há de melhor nas pessoas...


Obs: Sou doadora de Órgãos, e façam o que for mais em conta com meu corpo, queimar ou enterrar, mas desde que  não antes de 24horas... e desejo que quem sentir minha partida, tente elevar os pensamentos e me levem sempre em seus corações..

sábado, 15 de dezembro de 2012

E o que me salva é a minha IMAGINAÇÃO...

Tirar um sono na tarde dá nisso.. INSÔNIA...
Então estava no youtube.. foi .. foi e foi ...
cheguei numa coletânea de trechos musicais "Love Songs 60, 70, 80  e 90"
... risos.. lembrei de várias delas e confesso.. sorri...
Quem inventou de tirar as músicas lentas das festas? Do que nos servem as músicas românticas agora? Ouvir sozinhos pelo fone de ouvido? Colocá-los em cenas de novelas? e talvez, por sorte, ouvir para namorar? (bem menos provável)...
Reclamamos o tempo todo da frieza das pessoas... mas fazemos de tudo para estarmos cada vez mais sós.. para arriscar menos...
ficarmos em terra firme para que? Chegaremos em que lugar? Ah sim...
Mas sozinho?
Não vemos, não enxergamos, não sentimos...
E o que me salva é a minha imaginação....


obs: uma das minhas preferidas.. . http://youtu.be/NK16_sWD2Xk (CLIQUE)





domingo, 21 de outubro de 2012

Conversas...

Você já ouviu seu coração lhe dizer: é essa pessoa que eu quero ficar o resto da minha vida! " e se imaginar velhinha ao lado dessa..
Você tinha certeza..
Então você tem de viver com o "preciso me reorganizar sem você"..
Tem dias que sinto vontade de chorar sem medir lágrimas, sem engolir o choro, sem abafar o som...
Tem dias que nem me lembro como...


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

sem nada de “SE”.

Já parou para pensar em como estaria sua vida se não fosse o “SE”?

Esse “SE” em questão, esteve há quatro pessoas na minha frente. 

Confesso que sorri quando lhe reconheci, até pensei  em ir ao seu encontro e lhe cumprimentar, parecia estar bem,  pelo menos , bem melhor do que a última vez que lhe vi. 

Mas, hesitei e sentei-me bem longe, mas fiquei ali com a curiosidade do não saber..

Será que casou, teve filhos? Será que está trabalhando, onde, em que? Enfim, saber...

Então pensei,  não quero mais “SES” em minha vida... Se o  “SE” tivesse de ser, não teria se tornado um “SE”  ... e como tinha de SER.. ele desembarcou.. e eu prossegui.. sem nada de “SE”.  



terça-feira, 9 de outubro de 2012

Por hoje...

Então você muda...
é um processo demorado e dolor, mas,  necessário. 
Se você não mudar por vontade.. a vontade mudará você..
E você se apaixona por você..
seu corpo exterioriza isso
sua casa, 
seu dia a dia.. 
E não é porque sua vida é um mar de rosas, todas as suas dificuldades diárias continuam lá, você só achou uma maneira mais leve de lidar com elas.. 
pelo menos por hoje... 



domingo, 23 de setembro de 2012

Confissões

Você passa a noite chorando.
Acorda com os olhos inchados e morre de vergonha ao se olhar no espelho.
A maquiagem não corrige o que pretendia esconder.
Você está atrasada para o trabalho e se sente angustiada.
Então.. você para por alguns instantes e sente o sol no rosto
A sua boca sorri,
e sua alma confessa:
A vida é boa menina, a vida é boa!



quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Um dia novinho em folha...

Durante o tempo em que você não estava tive de aprender em como ser melhor sozinha;
Ser alegre sem a espera do dia e hora do nosso encontro;
Ver coisas, pessoas e contar-me em voz alta, como se estivesse contando a você.
Sem Bons dias e/ou Boas noites;
Sem o aconchego do olhar;
Sem o encontro da sua mão, que a minha ainda procura.
Dias e dias preenchidos do diariamente, sem nada a mais a acrescentar.
Parece egoismo se ocupar de si, quando se quer ocupar-se de "nós".
Você cura a saudade como quem cura uma gripe;
Adormece e acorda com a esperança de um novo dia...
Um dia novinho em folha...


Pensamentos 1


Tem pessoas que tem o dom de serem abandonadas.

Pensamentos...

Incrível e triste que com o passar do tempo você pare de esperar


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Ouço no volume MÁXIMO - Sangre o que tiver de sangrar, chore o que precisa chorar, depois, faça um curativo nas feridas, enxugue as lágrimas, sacode a poeira e recomece..






 
 
Eu só queria que você cuidasse
Um pouco mais de mim como eu cuido de você
Cuidar é simplesmente olhar pro mundo que você não vê
Pra medir o amor não existe cálculo
1+1 pode não ser 2
Futuro é linda paisagem
Desejo que não é sonho é mera ilusão
Se não sabe
Se afasta de mim
Mas se ainda cabe
Me abrace, enfim
Só ligue se tiver vontade
Só venha se quiser me ver
Mentir é pura vaidade
De quem precisa se esconder
Será que eu vejo apenas o que você não vê?
Eu não entendo como você não consegue perceber?
que eu não sei mais, eu não sei mais, eu ñao sei
O sangue é o rio que irriga a carne
E a alma é a terra de um morro
é luz antiga o fim da tarde
dessa saudade sem socorro
Se não sabe
Se afaste de mim
Mas antes que seja tarde
Nos salve do fim

(LUZ ANTIGA - Autoria: Nando Reis. Voz: Nando Reis/ Ana Cañas)

Meu lugar






Pensa em mim que eu tô chegando agora
Não precisa mais chorar
É que a saudade eu já deixei lá fora
Espera, eu não demoro a voltar
Pensa em mim que eu tô chegando agora
Não precisa mais chorar
É que a saudade eu já deixei lá fora
Espera, eu não demoro a voltar

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Isso também vai passar

Sabe quando você usa uma calcinha que lhe corta a virilha. Um sutiã que lhe corta a pele. Um sapato que lhe da calos e tudo que você deseja, enlouquecidamente, é livrar-se da "navalha". Do aperto do sapato?

Sabe quando você está com o peito apertado, sem ar, onde tudo que você quer é ir tomar um fôlego? Conheci uma vez um Sr. que me disse  que o segredo de tudo está na respiração. .. mas como? se quando respirar fundo tem machucado tanto a ponto de você optar em respirar rasamente.. só para garantir que você não morra de falta de ar...

Uma vez me disseram que nem tudo que desejamos é o que precisamos...gostaria de saber se o que quero é o certo a se querer...

e você precisa de tempo para descobrir e é justamente esse tempo que te mata aos poucos...

Você quer abraçar e dizer: "tudo isso vai passar!" quer dizer que sente sua falta, que tem feito de tudo para não estar triste, mas que as lágrimas uma hora ou outra vem..quer lhe pedir para nunca mais lhe deixar no meio do caminho..quer salvar.. mas quem vai lhe salvar?

Então, fica o silêncio ao seu ouvido.. ecoando a angustia de não poder estar..

E  você abre as janelas..
Afloxa as roupas e
tira os sapatos.
Liga o Som BEM alto.. e canta!
Procura os sorrisos e com eles: sorri.
Procura as histórias e estar presente nelas..
Procura novas coisas e aprende..
e nas velhas.. renova

E a sensação continua lá.. a de que continua sozinha e que por lá, parece que vai ficar, tentando acreditar no que o tempo lhe sussurra:   Isso também vai passar...  




terça-feira, 21 de agosto de 2012

Ufa! amanhã já é quarta-feira

Você já sentiu graça de você ao se lembrar de você, logo ali, no outro dia, se debulhando em lágrimas, em soluços, acreditando que Deus só pode estar de sacanagem contigo?
Exageros a parte, você há de convir, ninguém pode passar a vida sendo abandonado. Quantas vezes e quantos você já deixaste para trás?
Então.. veja ao seu redor. Tudo que você é ou significa para alguém..
Você há de ser especial para alguém. Ninguém passa pela vida sem ser amado por alguém (tua mãe que seja Criatura! mas a de haver alguém)...
Então hoje, o coração está mais calmo.
A alma mais quieta.
Você ainda chora com histórias tocantes (que não a tocariam em dias "normais") mas, algo já sopra ao seu ouvido: " calminha aí, tudo vai dar certo" .
E seu pé bate no chão na melodia que está escutando na rádio com o fone de ouvido (só não me saia dançando pelo vagão, por misericórdia!!)
Sua amiga tem razão: " você já passou por isso, sabe como é.  Sabe que vai passar e que não vai morrer disso!!!"
                                                             Ufa! Amanhã já é quarta-feira. 



sábado, 18 de agosto de 2012

Viver não deveria ser mais simples?


Hoje visualizei uma família. Um homem, estatura média, óculos de graus, castanho claro.
Uma mulher, mesma estatura, cabelos curtos e cacheados, óculos de sol na cabeça, castanho claro.
Ela trazia o menino pela mão. Ele tinha no máximo 6 anos. Usava óculos de sol.
Ele, trazia no colo a menina, no máximo 3 anos. Usava também óculos de sol.
Atras dos 4, o filho mais velho, no máximo 9 anos, usava óculos de grau.
Todos bem claros. O pequeno menino corria e falava bem alto. A menina não descia do colo, sonolenta.O mais velho apenas transitava entre eles.
Ele cuidava dela. Ela, cuidava de todos, inclusive dele.
Lembrei que quando eu era menina e me imagina assim. Com três filhos, casada. Que o meu olhar a ele dissesse tudo. Que seu olhar para mim me desse porto-seguro.
Aí você vai lá e faz tudo errado.
E seus sonhos vão parar em algum lugar tão, tão e tão distante.
E você se reinventa, se convence, se distrai.. até esquecer.. ou pelo menos achar que esqueceu.



sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Nada na vida é definitivo!

Há algum tempo adotei como teoria que TODA pessoa para ser uma pessoa melhor deveria trabalhar em uma assistência Técnica!
Aprendemos a rir da loucura dos outros e da nossa própria loucura;
Aprendemos que não se julga uma pessoa pelo que ela veste ou possui;
   que um sorriso pode transformar um dia;
        e que estar de mau humor não resolve seus problemas.
Aprende que para ter reconhecimento profissional é preciso ter comprometimento;
Que trabalho em equipe não se faz com um homem só;
                      e que cuidar do outro é também se cuidar.
Que fazer o que se gosta faz toda diferença na hora de chegar e para a hora de partir..
E você passa a admirar algumas pessoas. Outras, a conhecer um pouco melhor, se apaixona!
E, finalmente compreende:
                             que nada na vida é definitivo!
                                               



domingo, 5 de agosto de 2012

Escolhas

Se eu pudesse escolher, teria 20 kilos a menos (sem a maldita tendência de engordar ao simples namorar um sonho na vitrine da padaria).
Teria covas nas bochechas ao sorrir.
Saberia rir baixo,
Não falaria tantos palavrões espontâneos;
Caminharia macio;
Teria roupas e cabelos alinhados..
Mas, algo me diz que SOU as minhas escolhas e que tem dias que me divirto muito com quem EU sou. e confesso...
Já estive em muitos lugares e só me encontrei Feliz sendo eu mesma...


Assim...

Toda vez que sei que vou te ver, me sinto mais feliz...
toda vez que estou contigo, tenho certeza que é ali que quero estar por toda a minha vida...



domingo, 22 de julho de 2012

Domingo

Domingo é bom..
é bom por não se ter pressa de acordar.
não ter hora para almoçar,
por poder tomar um licor,
por poder colocar música bem alta, e, cantar!
por poder ajeitar a vida,
  as coisas,
    os sentimentos,
      os desejos,
renovar os sonhos,
  sonhar novos...
Sentir saudades,
  raiva,
    tristeza,
      amor,
e, novamente, saudades.
Apreciar o sol,
 o frio,
   a chuva,
      dançar,
         sorrir
ver o sol se pôr,
  suspirar,
    deitar,
      dormir,
E esperar o próximo Domingo chegar...




domingo, 10 de junho de 2012

As nossas verdades...

Colocando a casa em ordem, pensava em ti e sobre as verdades...
a verdade do outro,
a nossa verdade,
a verdade imposta pelo cotidiano...
e me parece bem difícil lidar com essa...
Olho para seu olhar distante e penso:  para onde estão indo? Onde mora a paz desta alma?
Retorno, te busco, não te encontro...
Eu só não quero que você parta deixando em mim essa saudade que apenas para de latejar, mas não deixa de doer...
Quero ver essa boca sorrir, esses olhos brilharem, brincar de polícia e bandido, brigar, fazer as pazes e dormir cheio de expectativa de que tudo valeu a pena...
Sentarmos velhinhos lado a lado, olharmos um para o outro e concluirmos: que foram as dificuldades que nos fez forte;
Que foi na tristeza que encontramos Deus;
E que foi o amor que nos salvou...



Eu te amo meu irmão.. 


sábado, 2 de junho de 2012

Escuta telefônica

Como é bom ouvir conversas bem humoradas de casais que se flertam.
Eu estava no ônibus, e atrás do meu banco, sentava um rapaz ao celular. Eles combinavam para  sairem e comemorarem alguma conquista dela. Por gratificação, ele,  iria lhe presentear com um livro no dia dos namorados.
O livro era de Jostein Gaarder, Viagem ao Mundo Fantástico (o mesmo autor de O mundo de Sofia) e risos entre eles, ouvia-se o riso dele...
Pareceu-me que ela também tinha algo para lhe presentear, pois ele começou a descrever inúmeras coisas que ela poderia lhe dar...
Dizia ele: Algo que eu goste? hummm Milk Shake do Bobs? Não! Vai me levar naquela pizzaria para comer aquela pizza de tomate com canela?
Ahhh é algo que já fizemos juntos? Já sei, vai me dar um dos episódios do House? Então, aquela fronha branca? (hahahahahha risos meus agora)...
Exausto, ele diz: "Tu sabe que eu não gosto de surpresas né? Por isso, já te disse o presente que vou te dar e mais.. vou comprar no Cebo, que é mais barato.. (credo! além de pão duro, grosso, pensei! hahahahaha).
A parada dele chegou. Ele desembarcou ainda ao telefone. Se eu fosse ela, já teria lhe dito, se quer me dar um presente, me dê um namorado! hhahaha, mas vá que ela faça parte da turma dos que dizem que " desistir do que não vale apena, não é desistir, é usar a inteligência a seu favor?
Talvez seja melhor mesmo... ficar apenas com o Cebo.



sexta-feira, 1 de junho de 2012

Trechos....
Gostei muito desse livro.. aqui vai algumas partes que anotei..


Diga a verdade.
Diga a verdade.
Diga a verdade.

"Já que o mundo é tão corrupto, mentiroso, instável,
exagerado e injusto, só se deveria confiar naquilo que se puder provar com os próprios
sentidos, e isso torna os sentidos na Itália mais fortes do que em qualquer lugar da
Europa. É por isso, diz Barzini, que os italianos toleram generais, presidentes, tiranos,
professores, burocratas, jornalistas e industriais de medonha incompetência, mas jamais
irão tolerar a incompetência de "cantores de ópera, regentes, bailarinas, cortesãs, atores,
cineastas, cozinheiros, alfaiates...". Em um mundo de desordem, desastre e fraude,
algumas vezes só a beleza merece confiança. Somente a excelência artística é
incorruptível. O prazer não pode ser sucateado. E, algumas vezes, a comida é a única
moeda real."


"Você recebeu a vida; e seu dever (e
também seu direito como ser humano) encontrar alguma coisa de belo nessa vida, por
mais ínfima que seja."


"- Assim como existe na escrita uma verdade literal e uma verdade poética, também no ser
humano existe uma anatomia literal e uma anatomia poética. Uma delas você pode ver; a
outra, não. Uma é feita de ossos, dentes e carne; a outra é feita de energia, memória e fé.
Mas ambas são igualmente verdadeiras."


"Querido santo, por favor, por favor, por favor...
conceda-me a graça de ganhar na loteria." Esse lamento dura meses. Por fim, irritada, a
estátua ganha vida, baixa os olhos para o suplicante e diz, com uma repulsa cansada:
"Meu filho, por favor, por favor, por favor... compre um bilhete."



Depois dessa experiência, que ocorreu há mais ou menos dez anos, Richard do Texas
começou a rezar o tempo todo, para sua própria surpresa. Sua prece era sempre a mesma.
He não parava de suplicar a Deus: "Por favor, por favor, abra o meu coração." Era só isso
que ele queria — um coração aberto. E sempre terminava a prece na qual pedia um
coração aberto perguntando a Deus: "E, por favor, me mande um sinal quando isso
acontecer." Hoje, lem-brando-se dessa época, ele diz:
— Cuidado com o que você pedir quando estiver rezando, Sacolão, porque você pode
conseguir. - Depois de alguns meses rezando constantemente por um coração aberto, o
que vocês acham que Richard conseguiu? Isso mesmo: uma cirurgia cardíaca de
emergência. O peito dele foi literalmente aberto, as costelas afastadas uma da outra para
fazer com que um pouco da luz do dia finalmente penetrasse no seu coração, como se
Deus estivesse dizendo: "Que tal esse sinal?" Então agora Richard sempre toma cuidado
com suas preces, segundo ele.
- Quando rezo por qualquer coisa hoje em dia, sempre termino dizendo: "Ah, e Deus? Por
favor, me trate com delicadeza, tá?"

"O local de descanso da mente é o coração."


"Na sua próxima vida, você pode voltar como uma daquelas pobres mulheres
indianas que ficam quebrando pedras na beira da estrada, e descobrir que a vida não é tão
divertida assim. Então valorize o que você tem, tá? Continue a cultivar a gratidão. Você
vai viver mais. E, Sacolão? Me faz um favor? Toque a sua vida para a frente, tá bom?
- Eu estou tocando.
- O que eu quero dizer é... encontre alguém novo para amar um dia. Leve o tempo que
precisar para sarar, mas não se esqueça de um dia compartilhar o seu coração com outra pessoa."

CULTIVE A GRATIDÃO.







quinta-feira, 31 de maio de 2012

Chegada

Estou chegando na estação de trem...
  Ao descer da escada rolante toca na rádio uma música linda.. 
      e meio ao vento frio, há um casal apaixonados.. 
              sentados no banco, trocando um beijo bem abraçados, 
                                        quase parecendo um só, 
                      sem se importar com os olhares curiosos, maldosos, invejosos... 
                                 tão bom, tão entregues ao sentimento da paixão
                                               esquecendo de todo o resto .... 






sexta-feira, 25 de maio de 2012

Novamente

Conversava com uma amiga que, aliás, me fez rir muito, que me apresentou sua teoria de que depois dos 30, os homens devem sofrer uma baixa na taxa de testosterona e, por isso, viram uns "cagões" . E que caras mais novos tem taxa maior e, por isso, se sentem mais confiantes e vão atrás do que desejam. O que lhe justifica  sua preferência pelos mais moços!

Por onde quer que eu vá,  as queixas são sempre as mesmas: homens tem decepcionado, e como!!!

Desculpas se tem aos montes para que se adie a felicidade. Mas sejamos coerentes. Será que todos esses desencontros é sinal de que eles vivem em pavor constante de terem de se expor?
Eu não sei, mas penso que quando um homem está afim ele vai atras sim...
Mas essa não é a questão...

Cada vez mais tenho certeza que temos de ter cuidado com o que desejamos. Eu sempre quis viver um amor que causasse inveja aos demais. Daquele tipo em que as pessoas se perguntavam: "o que essa mulher tem que esse homem arrasta um caminhão por ela?"

Então, o príncipe virou sapo e olha que tudo que eu queria era apenas curtir o que tínhamos. Não havia cobranças nem resquícios que tínhamos de ter obrigações. Eu teria ficado apenas com a diversão se houvesse o comprometimento. Ninguém se relaciona sem se afeiçoar, eu pelo menos não. Sexo por sexo o sexshop resolve, eu gosto é do envolvimento, da entrega, da cumplicidade, da amizade, do carinho, do amor: comprometimento. Ou ele não me entendeu  ou ele ficou com medo de que eu iria lhe passar para trás..
Perdi o tesão, pintei as unhas de vermelho paixão, depilei o corpo da única forma que não me faça lembrar do passado ... E a dieta que havia começado por incentivo? ...essa eu vou terminar por mim, mesmo porque eu a quero muito e eu a mereço como resultado.

Realmente tesão é algo que se sente e ponto, uma pena que ele não tenha acreditado no meu por ele... Então vamos nos despir
No.  va.  men. te.






Deus, eu sei que tu deve estar fazendo de tudo para que consiga realizar meus desejos, afinal eu mudo sempre de idéia. Mas, eu também sei que o Sr. sabe tudo que eu preciso para ser feliz. Quando eu fecho os olhos tudo parece ser tão perfeito. Me imagino feliz e ativa n emprego que me realiza, imagino a casa dos meus sonhos e nela meus filhos felizes, com saúde, e realizados. Imagino um homem ao meu lado,  apaixonado por mim, e apaixonado pelos meus filhos... que eu tenha paciência para esperar pelo senhor...


sexta-feira, 18 de maio de 2012

Tentei resgatar a história construída em quatro mãos...
Queria apenas as palavras: fique comigo....




sexta-feira, 11 de maio de 2012

As vezes, quero assistir algum filme.... durmo..
por outras... quero dormir... não consigo.

As vezes, quero sorrir, choro...
por outras...chorando ... sorrio.

As vezes, quero correr... paraliso...
por outras, parada.. corro.

As vezes, quero amar... odeio..
por outras.. odiando... amo.

As vezes, querendo falar... calo..
por outras..  calando.... falo.

Tudo em mim é contraditório...
mas nada é permanente, decisivo.
A vida se encarrega de nos trazer as respostas...

Afinal.. as vezes, buscando respostas... não as encontro...
por outras... sem querer.. ali estão elas: as respostas.


sexta-feira, 4 de maio de 2012

Re-encontro

Surpreendentemente ele entra pela porta.

Escorre em sua face uma lágrima.

Seu coração havia falado com o coração dele...

tinha certeza de que ele voltaria....






quarta-feira, 25 de abril de 2012

as certezas...

Como se algo fosse totalmente certo, recebi um texto de uma amiga que diz mais ou menos assim...

Sobre o amor:

O amor é sempre novo. Amar é sempre novo.
Gostar de alguém traz descobertas sobre quem somos e que talvez fosse melhor que ficassem escondidas naquele breu que existe em nós, deste mesmo onde ficam guardados as nossas dores, mágoas, frustrações, sensações, segredos e tudo aquilo que por algum motivo queremos esconder dos outros e de nós mesmos.




Clac, clac, clac....
a sala composta para comportar 4 funcionários soava o barulho dos teclados.

Não faço idéia do porque que uma firma obriga seus funcionários a vestir um uniforme completo de vermelho, mas enquanto a atendente preenchia os documentos necessários eu a observava.

Suas unhas impecáveis, sua mão esguia. Seus pensamentos pareciam tão ocupados de uma ordem tão natural.
Me peguei me indagando: "Porque não escolhi uma profissão assim? "

Enquanto ela preenche seus dias fazendo parte de um sistema eu passo o meu observando pessoas.
Pessoas como ela!

Será que ela sonhou com seu destino? Quando acorda pensa: "que bom mais um dia de trabalho?"....




domingo, 22 de abril de 2012

"Nem sempre acreditamos no espetáculo da vida.  
Ainda bem que nunca desistimos"



sexta-feira, 20 de abril de 2012

Reconhecer...


"preciso olhar-me no espelho e me reconhecer" 


O sol que entra pela janela reluz sobre seu corpo..
ele vê a tez de sua pele..
seus cílios longos com reflexos do sol...
ela sente sua presença e vira vagarosamente...

Seu pijama de lã largo e begê..
Sua mão pequena que esfrega os olhos,
Seu sorriso largo quando o vê....

Ele chega lentamente até a cama sem dizer uma palavra..
As cobertas desencontradas...
A poeria do sol se perdendo no espaço...

Ele lhe beija a testa, a ponta do nariz, o queixo, a boca...
No gosto do beijo o desejo da entrega...

Os corpos se encontram
As mãos entrelaçam..
os olhos se miram e confessam...

A sua mão grande puxa seu corpo para encontro do seu..
Se excitam...
se tocam..
se amam....

Seus corpos cobertos
Suas almas nuas...
O sol pousou sobre esse encontro  ...



quinta-feira, 19 de abril de 2012

Meu colar de pedras coloridas

és importante...
és multicolorido;
é como me vês:
no colorido..
na alegria;
na presença;
na paz;
no conforto;
na LUZ!
Meu colar de pedras coloridas...


quarta-feira, 18 de abril de 2012

A vida...

‎" A vida tem de ser mais do que simplesmente sentar-se perante ela e aceitar que o tempo passe..."

O beijo pedido...

Dois amigos, ambos comprometidos, se encontram, por acaso, na casa de um outro amigo em comum.
Feliz por se reverem... falam, falam e falam.... 
Então ela o fita e lhe diz: 
 - Se eu te pedisse um beijo, tu me davas? 
Ele com olhos esbugalhados percorrendo rapidamente as gavetas do cérebro na procura para a resposta adequada, quando ela, então o interrompe com um sorriso. 
 -  Um beijo na boca e de língua.... 
Silêncio...
Ele a diz:
 - mas beijo não se pede, se dá, se rouba, se ganha.... 
Ela balança a cabeça como quem assinala que entende...e baixa os olhos, quando os levanta ele estava muito perto. Lhe toma nos braços e lhe beija... de.mo.ra.da.men.te. 
Quando se desgrudam ela lhe diz.... 
 - Como eu sempre imaginei... (sorriso).



segunda-feira, 16 de abril de 2012

Imaginação

Todas as luzes estavam apagadas.
A casa dormia e o mundo incrivelmente calou-se.
Dava para ouvir o barulho que a chama da vela queimando fazia.
Apenas se ouvia a respiração sólida que ela tentava dissolver entre as lágrimas.
O plim, plim, que caía na banheira cheia de água morna, o cheiro das gotas de oléo de canela, preenchida de pétolas de rosas..
Sua tristeza esmagava seu coração inconsolável. Ela tentava ser forte e não chorar. Descansava o punho na testa para que ninguém a visse que chora, como se alguém fosse vê-la....
Em voz susurrada diz para si mesmo: "como sinto sua falta, não era para ser assim. Como sinto..."
Suspiro e Silêncio...
Pixxxxx... diz uma voz em seu banheiro.
Sobressalta seu coração.
Quando ela tenta tirar o braço que lhe encobria os olhos, sente uma mão lhe segurar, com precisão, mas suavemente...
Ela subitamente para de chorar.
Aquela mão acaricia seu punho escorregando pelo seu antebraço..
Sente aquela presença rodeando sua banheira com a mão por dentro da água. Mesmo curiosa ela não ousa em abrir os olhos. Apenas aguça seus sentidos...
Quando ouve então os passos de quem está se afastando..
Escorre a lágrima no rosto....



domingo, 15 de abril de 2012

Sorte

"A sorte é a semente de nossos desejos. É preciso saber plantá-la"

 ... Então uma pessoa que nem conheço, que nada sabe de mim retruca como eco dos meus pensamentos: 

"a sorte tem quem acredita nela"

 E quem acredita nela?  



sábado, 14 de abril de 2012

pedaços de recordação...



Mesmo nos caminhos estranhos temos a opção de escolher.
                                                           
                                                                                ***

"Para alguém que brilha ao sorrir o melhor presente é o sol;
                      Para um coração cheio de compreensão o melhor presente é o infinito;
                                           Para quem é sempre alegria o melhor presente são as estrelas"


***

" Que os recuos se transformem em esperança; que a esperança se transforme em perspectiva; que a perspectiva se torne a realidade de uma vida melhor; e que esta vida melhor tenha muita luz no seu caminho". 


***

"  a vida nos mostra que somos mais que nossos desejos"


"todo sacrificio tem sua recompensa". 


                                                                                 (relido, acordado e, agora, sigamos)







Tentação



Já na madrugada, ela disse.... venha.... confie em mim" 





Ele foi, mas não confiou...e também não resistiu aos prazeres da carne... 
entregou o seu corpo e vendeu sua alma... e nunca imaginou que poderia ser tão feliz.. 
ahhhh aquela diaba... seus olhos o hipnotizavam.. seu riso o paralizava, 
seu beijo lhe enredava, seu cheiro o entontecia. 
Para ela, ele só conseguia dizer sim...
e ela se lambuzou dele... de cabo a rabo... 
Ahhh esse inferno!  





A dança

Tire-me para dançar... 
para sempre... 




para o sempre que durar os sentimentos.. 

Das coisas que aprendi...

"quando uma pessoa te disser quem ela é . ACREDITE"




sexta-feira, 13 de abril de 2012

Inveja

"Ciúmes e querer manter o que se tem;
Cobiça é querer o que não se tem;
Inveja é não querer o que o outro tenha"

"ódio espuma.
a preguiça se derrama.
a gula engorda.
a avareza acumula.
a luxúria se oferece.
o orgulho brilha.
Só a inveja se esconde"

(trechos do livro Inveja: mal secreto. Zuenir Ventura)

Quando penso a respeito não consigo lembrar quando ou de quem eu senti inveja.. de todos os meus pecados, (dos 7 listados) a preguiça, e a gula, andam de mãos dadas, no meu caso...
Mas, vá que essa maldita esteja realmente lá.. escondidinha...



sexta-feira, 6 de abril de 2012

Números redondos e ops!



Imagine um número redondo.. imaginou?
Esse é o que mede a circunferência da minha cintura,
é o que pesa na balança,
é o que não cabe mais nas calças,
não combina com as blusas justas,
é o que não calça mais os pés,
é o que somou ao descontar as angústias..
E é esse que resolvi eliminar..
um a um,
dois a dois,
três a três..
Muita água, muito sono e Muita sopa.. e ops! que bela moça!





O que é mesmo que tenho para fazer?

As vezes é meio difícil de ser quem se é. Quando os lugares que se sente confortável é a sua casa ou seu trabalho, desde que ninguém o olhe muito de perto. 
Tem dias difíceis que o único lugar que consigo me imaginar é numa cama grande com os filhos, assistindo tv. E você chega em casa, um deles está ocupado em frente a internet e mal lhe dá oi; e o outro que lhe dá oi lhe diz: "vou ficar ali com a vovó" ... 
Então, é você com você.. mesmo não querendo pensar muito a respeito, não querendo sentir, embora sinta... até que as lágrimas caem, e você não entende bem o porque... 
Algumas vezes, me pego falando com você, outras rezo..
Olho para mim e não encontro onde foi que se escondeu a minha felicidade. A facilidade do riso, o colorido da vida, tento entender o que tanto me atormenta e a única coisa que me responde é: tristeza! 
- Algum dia você pensou em como seria morrer? Se sentia medo,ou curiosidade? Alguma vez pensou na pessoa que gostaria de ser, se não fosse você, em qual é o seu talento, qual seu propósito no mundo? 
Toda vez que eu começo a pensar sobre resmungo baixinho: "eu ainda tenho tanto por fazer!" 
.. O que é mesmo que eu tenho para fazer? ... 





sexta-feira, 9 de março de 2012

Partida

Você morreu numa quarta-feira, dia 07 de março de 2012. Neste dia, não aconteceu nem um evento histórico. Os fatos marcantes que o noticiário incluía eram as tragédias, assim como o teu. Nunca imaginei que um dia se tornaria parte de uma estatística.
Tua morte me fez pensar na importância de sermos carinhosos com os nossos. Do despedirmos amorosamente dos quem amamos. A verdade, meu irmão, é que nunca saberemos quando, e se, voltaremos a vê-los...Assim como me pós a pensar, em como nós aqui iríamos lidar com os nossos erros, traumas, brigas, discórdias, rancores em seu velório....Certo que você está melhor que nós, meros errantes.
Uma vez a Cassia me disse que queria uma festa quando morresse. Eu não consigo pensar em quando eu morrer. Não sei se tu algum dia pensaste. Pra mim, eu lia tua alma como alguém que quisesse viver. Sem a depressão que lhe causava a angustia dos teus vícios, realizando o sonho de encontrar um lugar em que se encaixasse, e, construir lá, uma família.
Eu sempre soube que iria embora cedo, só nunca imaginei que seria tão cedo. ...



Te amo... todos sentiremos muito tua falta. 
Até logo meu irmão. 





segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Você é exatamente aquilo que você faz de você

"Atire para bem longe as mágoas,os ressentimentos,os melindres.Desfaça-se do sentimento de inferioridade, de incapacidade,e valorize-se. Você é exatamente aquilo que você faz de você."


.. "Você é exatamente aquilo que você faz de você".. 


e o que tenho feito de mim?...


pra onde tenho mandado minha alegria, meus sonhos, minha essência...


porque me olho no espelho e não gosto do que ele reflete? 


Preciso começar, eu sei.. mas não consigo achar a ponta desse carretel...


..preciso chegar aonde eu já me encontre. Preciso me encontrar. ...





segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Finalmente comecei a ler o livro que me foi presenteado a um ano atrás, do qual folhei as primeiras páginas, li os primeiros parágrafos, e, decidamente, não encontrei vontade de desenvolver...

Tudo me levou a concluir que só podemos apreciar um livro quando estamos pronto para ele.. eis que aqui estou.. entregue, apaixonada e emotivada. Adorando, embora chore a grande maioria da história, no trem, no ônibus, sentada e uma laje no intervalo do almoço... 
                                                                                me pego tremendo o queixo, enxugando lágrimas.. 

Esse livro me põe a refletir sobre a vida, quem fui, quem sou, quem esqueci e quem quero lembrar.... 

Me faz rascunhar por pedaços de papéis, em lembretes eletrônicos, em suas páginas...

É como ver a vida com cores que esqueci e as que ainda quero pintar... 

      é o agradecer a todo instante e tentar, além de apenas querer, ser uma pessoa melhor.. 

é o parar de resmungar pelos cantos: "o que estou fazendo da minha vida?!" e tomar as rédeas.. e se por acaso, instantes afloxar as cordas, retomá-las...

É o acreditar que a sua essência ainda é a melhor parte de você, embora lhe custe desilusões.. 

Não se trata apenas de uma história de amor, mas o buscar ser uma pessoa melhor,  por assim acreditar ser merecedor do amor do outro, como se pudéssemos escolher a quem amamos... 

Deixo trechos da parte que já li que me remeteram a uma grande viagem chamada: reflexão. 
" ..Eu me apaixonei por ela enquanto estávamos juntos, e me apaixonei ainda mais nos anos em que ficamos separados.." 
" paixão é paixão. É o entusiasmo intercalando o espaço do tédio... paixão e satisfação caminham lado a lado, sem elas qualquer felicidade é apenas temporária, porque não há o que a faça durar.... seria ver alguém em seu melhor momento, e descobrir que a felicidade geralmente é contagiosa "  
" um pouco de mistério é bom para a alma"  
"quando você está em dificuldades, olhe as pessoas ao redor e verá que todas estão sofrendo por algo, e para cada uma delas,  a situação parece tão difícil como o que você está passando"  
"já me disseram  que ser imprevisível aumenta o mistério em uma mulher" 
"obrigado por ser quem você é"  

Trechos extraídos do livro Querido John. Sparks, Nicoholas.  

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Declaração

Porque teu coração simplesmente ama.. e deixa o resto acontecer????


''Eu te amo de um jeito tão impossível que é como se eu nem te amasse.
E aí eu desencano desse amor, de tanto que eu encano.
(...) Mas eu te amo também do jeito mais óbvio e simples de todos: eu te amo . Cega. E eu acredito na gente. Amo você, mesmo sem você me amar. Amo seus rompantes em me devorar com os olhos e amo o nada que sempre vem depois disso.
Amo seu nada, apenas porque o seu nada também é seu.

Amo tanto, tanto, tanto, que te deixo em paz.
Deixo você se virando sozinha, se dobrando sozinha.
Virando e dobrando a sua esquininha.